Artigos > Gengivite e Periodintite: como reconhecer e o que fazer?

Gengivite e Periodintite: como reconhecer e o que fazer?

Sofre de Gengivite e ou Periodintite? Saiba como reconhecer esta doença, as diferenças e o que fazer para eliminar este problema dentário.

Gengivite e Periodintite: como reconhecer e o que fazer?

O que é a Gengivite?

Cerca de 3 em cada 4 pessoas sofrem de alguma forma de “doença das gengivas”. A designação correcta é “ doenças periodontais” ou seja do periodonto, que são os tecidos que envolvem e suportam os dentes e incluem: gengivas osso e ligamento periodontal.

O que é a Gengivite?

Existe apenas inflamação das gengivas e são facilmente tratáveis. Essas inflamações são muito frequentes e muitas vezes passam despercebidas porque não provocam dores. Toda a população está em risco de desenvolver gengivite, caso ao lavar os dentes, não tenha eficácia para remover a placa bacteriana do sulco existente entre a gengiva e o dente.

Fatores de Agravamento

Existem factores que podem agravar a gengivite: gravidez, puberdade, contraceptivos orais, certos medicamentos, próteses ou restaurações mal desenhadas que dificultam a higiene oral.

A gengivite induzida por placa bacteriana é considerada a segunda doença oral mais comum depois da cárie dentária, afectando mais de 75% da população mundial (Idrees et al., 2014).

Um estudo realizado em 2018 em Portugal com uma amostra de 22 009 pacientes concluiu que, 65,6% dos pacientes possuíam pelo menos uma condição aguda, como por exemplo a gengivite, e que 46,5% dos pacientes possuíam pelo menos uma das três principais doenças orais crónicas: cárie dentária (36,6%), periodontite (17,6%) ou patologia peri-implantar (13,9%).

O que é a Periodontite?

As periodontites são doenças crónicas, em que todos os tecidos periodontais são afectados e há destruição irreversível do osso e do ligamento periodontal que suportam os dentes.

Com o tratamento o processo destrutivo é travado. Se não se efectuar o tratamento os dentes podem abanar até cair. Em geral, as periodontites não provocam dores, mesmo em casos avançados. As periodontites (antigamente conhecidas por “piorreia”) são a principal causa de perda dentária nos adultos.

Gengivite e Periodintite: como reconhecer e o que fazer?

Fig.1 Progressão da doença periodontal.

Nem todos os indivíduos com má higiene oral e gengivite desenvolvem periodontite. O que determina a destruição dos tecidos de suporte dos dentes é uma característica das defesas da gengiva de cada indivíduo, chamada de “susceptibilidade” ou tendência para a infecção do periodonto, que herdamos da nossa família.

Existem situações que podem aumentar a susceptibilidade à periodontite: tabagismo, stress emocional, diabetes e ouras doenças que levam à diminuição das defesas.

A periodontite avançada é a sexta condição mais prevalente no mundo, com uma taxa global estática de 11,2% entre 1990-2010 (Kassebaum NJ, 2014; Renvert S et al., 2016).

É possível evitar o aparecimento das doenças periodontais? Sim!

Limpando com eficácia a placa bacteriana que se acumula entre os dentes e as gengivas.

  1. Escove os dentes pelo menos 2 vezes por dia e utilize um dentífrico com flúor.
  2. Coloque a escova de forma a que os filamentos se introduzam no sulco gengival. Escove todas as superfícies, pelo lado de fora (dos lábios) e pelo lado de dentro (da língua/palato), em pequenos movimentos circulares.
  3. É necessário também limpar os espaços entre os dentes. A limpeza interdentária deve ser efectuada 1 vez por dia, com fio, fita dentária ou, se os espaços entre os dentes forem largos, com escovilhões interdentários.

SINAIS A TER ESPECIAL ATENÇÃO?

  • Sangramento das Gengivas
  • Dentes com sensibilidade ao frio
  • Mau hálito ou mau sabor na boca
  • Dentes que mudaram de posição / espaço entre os dentes
  • Dentes com mobilidade
  • Saída de pus ao pressionar as gengivas

Se tem algum destes sinais não hesite em falar com o nosso departamento de periodontologia!
Marque já a sua consulta dentária com os nossos médicos e sorria novamente.

Marcação de Consulta em Implantes Dentários
30 anos de experiência ao seu dispor

Devolvemos-lhe a alegria de sorrir novamente!

Marcar Consulta Ligue 229 376 497

Agende uma consulta online de forma simples e rápida!

Urgências Das 8H às 24h
Em ambiente hospitalar no Hospital CUF e Instituto CUF
Ligue 935 184 727 Ligue 935 184 727