O branqueamento dentário é um dos procedimentos a que recorremos com frequência uma vez que é um tratamento cada vez mais procurado por parte dos pacientes junto dos profissionais de saúde oral. Um sorriso com dentes brancos nos dias de hoje, não só significa uma melhoria na saúde oral de cada um de nós, como aumenta a autoconfiança e a autoestima que temos pela nossa imagem.

Com a idade os nossos dentes, de forma natural, tendem a escurecer. No entanto as principais causas do escurecimento dentário ainda se devem a hábitos alimentares: tais como o consumo de café, chá, refrigerantes, vinho tinto, etc. Hábitos tabágicos também são uma das principais causas de escurecimento dentário assim como uma higiene oral insuficiente. Dentes que nascem já com uma cor demasiado escura (amarelo-acinzentado) ainda têm como principal causa o uso de antibióticos (tetraciclinas) durante a formação dentária: pós-nascimento até uma idade de cerca de 12 anos.

A identificação da causa do escurecimento dentário é fundamental para que se possa eleger a técnica mais adequada a cada caso. Os dentes podem ter manchas internas e externas. As externas são removidas de forma eficaz através de uma higienização realizada por um profissional de saúde oral. No entanto, as manchas internas apenas são removidas através do procedimento de branqueamento dentário.

 

É possível Branquear os Meus Dentes de Forma Segura e Eficaz sem qualquer tipo de sensibilidade ou Dor?


Branqueamento Dentário é dos tratamentos estéticos cada vez mais procurado por partes dos nossos pacientes, razões sociais e profissionais levam os pacientes a investirem cada vez mais num sorriso com dentes saudáveis e mais brancos, aumentando a sua autoestima e autoconfiança.

A aceitação, por parte dos profissionais da saúde oral, de que as técnicas mais recentes de branqueamento dentário são totalmente seguras e não oferecem qualquer risco para o paciente, durante e após a realização do mesmo, o branqueamento dentário torna-se assim um tratamento com grande aceitação por parte dos nossos pacientes.

A realização de uma avaliação exaustiva do estado de saúde oral no que toca ao diagnóstico de cáries dentárias, restaurações/obturações e problemas gengivais, são imprescindíveis para a realização de um tratamento de branqueamento dentário com a máxima eficiência e total segurança sem provocar qualquer tipo de dor e/ ou sensibilidade durante e pós-tratamento.

A identificação da causa do escurecimento dentário é fundamental para que se possa eleger qual a técnica de branqueamento dentário mais adequada a realizar, com fim a obter resultados mais rápidos e eficazes, além de permitir a manutenção da cor dos dentes o mais tempo possível, com uma duração média de 2 anos sem necessidade de nova intervenção, aumentando assim a satisfação dos pacientes.

Os profissionais do CMD dispõem das mais recentes técnicas de branqueamento dentário assim como os mais recentes formatos de agentes branqueadores. A utilização de LASER com fim a maximizar o efeito dos agentes branqueadores, diminuindo assim o tempo de contacto destes com os dentes, leva a um resultado mais rápido, eficaz e sem quaisquer consequências à integridade do esmalte dentário e gengivas, tornando assim o branqueamento dentário um tratamento eficaz e sem qualquer tipo de dor durante e pós-tratamento.

O tratamento de branqueamento dentário não é um tratamento definitivo. A moderação de alguns hábitos alimentares são fundamentais para o sucesso do tratamento. Destacam-se o consumo de bebidas muito pigmentadas (café, chá, vinho tinto, etc.), e hábitos tabágicos (que é uma das principais causas do escurecimento dentário). Uma higiene oral correta com o uso de um dentífrico específico acompanhado de um controlo semestral por parte de um profissional é fundamental para o sucesso do tratamento.

 

Quais os procedimentos pós-tratamento?

Após o tratamento de branqueamento dentário, ou durante o tratamento caso seja necessário mais do que uma sessão, é fundamental a participação do paciente, no que toca a uma correta higiene oral. A diminuição do consumo de alimentos ricos em corantes (café, chá, vinho tinto, ketchup) e a diminuição da frequência de hábitos tabágicos, são fundamentais para evitar um retrocesso do tratamento.

O tratamento de branqueamento dentário não é definitivo, no entanto com as técnicas e meios utilizados por nós, permite-nos manter dentes mais brancos cada vez mais tempo, com uma duração média de 2 anos até novo procedimento.

Branqueamento Dentário

Contacte-nos

Para agendar a sua consulta ou pedir mais informações.

CMD. Centro Médico Dentário

Estrada Ext. Circunvalação, 14632 4450-097 Matosinhos

Ver mapa

CMD. Instituto CUF

Rua da Fonte das Sete Bicas, 170 4460-188 Senhora da Hora

Ver mapa

CMD. Hospital CUF

Estrada da Circunvalação, 14 341 4100-180 Porto

Ver mapa

CMD. Clínica Cuf

Rua António José Oliveira Júnior, 137 3700-203 São João da Madeira

Ver mapa